Editage Revisão de Texto, Revisão Inglês, Revisor de Textos, Revisores de textos, Revisão Científica

Notícias

Janeiro, 2017

Rockefeller University Press faz parceria com Editage para oferecer suporte editorial aos seus autores

São Paulo, 11 de janeiro de 2017 - A Rockefeller University Press (RUP) e a Editage acabam de lançar juntas o portal http://editage.rupress.org/ que ofertará serviços de pré-submissão aos autores que desejam publicar suas pesquisas no The Journal of Cell Biology (JCB), The Journal of Experimental Medicine (JEM) ou The Journal of General Physiology (JGP).

Entre os serviços disponíveis estão revisão do inglês, tradução e suporte à publicação realizados por editores profissionais da Editage com títulos de Doutorado, Mestrado ou certificação BELS para edição científica e experiência em mais de 200 áreas relacionadas à vida e à ciência médica. Além disso, para verificação de ortografia, pontuação e gramática, os pacotes de revisão disponibilizados incluem verificações de referências, redução de palavras, suporte para reedição e orientações a respeito do processo de publicação.

Os serviços de tradução são realizados por pares de especialistas bilíngues e editores seniores da Editage e ajudam cientistas internacionais a expressarem com precisão o conteúdo de suas pesquisas ao vertê-las para o inglês, a partir do português, chinês, japonês, coreano e turco. Outros serviços de suporte como revisão técnica, elaboração da arte e verificação de plágio, também estão disponíveis.

“A Editage tem conquistado uma sólida reputação no mercado devido à qualidade dos seus editores e conteúdos”, afirma Susan King, diretora executiva da RUP. “Estamos bastante satisfeitos com essa parceria e em poder oferecer esses serviços aos autores, proporcionando maior confiança na qualidade dos seus manuscritos antes de serem submetidos para as considerações dos editores das publicações”.

Nikesh Gosalia, publisher e diretor de relações acadêmicas da Editage e da Cactus Communications acrescenta: “estamos honrados em nos associarmos com a RUP, que tem publicações de excelência há um século. Eu estou certo de que nossos especialistas em ciências biomédicas tornarão o processo de publicação mais suave para todos os autores que escolherem os nossos serviços”.

Conheça os serviços para autores no http://editage.rupress.org/

Sobre a Rockefeller University Press (RUP)

A Rockefeller University Press (RUP) publica as revistas The Journal of Cell Biology (JCB), The Journal of Experimental Medicine (JEM) e The Journal of General Physiology (JGP). O JCB apresenta pesquisas revisadas por pares em todos os aspectos da estrutura e função celular. O JEM traz conteúdos também revisados por pares sobre imunologia, biologia do câncer, biologia de células estaminais, patogênese microbiana, biologia vascular e neurobiologia. Já o JGP reúne pesquisas sobre mecanismos biológicos, químicos e físicos de amplo significado fisiológico com ênfase em problemas fisiológicos no nível celular e molecular. Todas as decisões editoriais são tomadas por pesquisadores em conjunto com editores científicos da casa. A RUP é um departamento da Universidade de Rockefeller, referência em pesquisa biomédica e responsável por conduzir pesquisas inovadoras e de alta qualidade capazes de melhorar a compreensão da vida em benefício da humanidade. Saiba mais em http://rupress.org.

Sobre a Editage

Criada em abril de 2002 com o objetivo de acelerar a comunicação científica global, a Editage é uma divisão da Cactus Communications. Seus serviços e programas educacionais já apoiaram mais de 165 mil autores em 166 países no processo de publicação em periódicos de alta qualidade. Dispõe de uma das maiores equipes de editores trabalhando em tempo integral, mais de 1400 editores com inglês como língua nativa e experts em publicação em mais de 1200 áreas do conhecimento. A Editage prioriza a alta qualidade de serviços e é parceira de renomadas editoras do mercado da publicação.

A Editage, em comparação com as empresas de seu segmento em todo o mundo, tem o maior número de editores certificados pela BELS (Board of Editors in the Life Sciences) e CMPP (Certified Medical Publication Professional), além disso, conta com Sistemas certificados pelo ISO/IEC 27001:2013, que garante a segurança dos manuscritos. Por meio do Editage Insights, portal de educação, promove consistentes webinários e workshops, pelos quais já passaram mais de sete mil autores. Membro de organizações como o Committee on Publication Ethics (COPE), defende as práticas de publicação ética.

A Editage tem escritórios nos Estados Unidos, Índia, Japão, China, Singapura e Coreia do Sul e representantes locais no Brasil, em Taiwan e na Turquia.

Janeiro, 2017

Editage Insights completa três anos e consolida-se como um dos mais prestigiados portais educacionais para a comunidade acadêmica e de pesquisa

São Paulo, 12 de Janeiro de 2017 O Editage Insights alcançou no ano passado 170 mil leitores em todo o mundo, publicou mais de 1.400 postagens e recebeu mais de 1.700 interações, entre perguntas e comentários. Viabilizando 545 workshops e webinários o portal atingiu mais de 38.500 pesquisadores em dezenas de países

A Cactus Comunicação lançou o Editage Insights em novembro de 2013, com o intuito de prover uma plataforma para aproximar a comunidade acadêmica. Desde a sua criação, a Editage Insights (www.editage.com/insights) tornou-se muito mais do que uma plataforma. Consiste agora em um abrangente portal de recursos educacionais para atender autores ao redor do mundo. A pequena equipe de escritores e redatores apaixonados transformou-se em um grupo muito maior de especialistas, que atuam como consultores de confiança , tendo o inglês como segunda língua. Nos últimos três anos, o sucesso global do Editage Insights conquistou os leitores e possibilitou a criação de uma forte comunidade de pesquisadores, redatores, editores e profissionais da saúde.

Em outubro de 2016, o Editage Insights alcançou 170 mil leitores ao redor do mundo, publicou mais de 1.400 postagens e recebeu mais de 1.700 perguntas e comentários. Com mais de 50 colaboradores convidados, o Editage Insights conduziu 545 workshops e webinários, alcançando mais de 38.500 pesquisadores em mais de 40 países. No entanto, Clarinda Cerejo, editora chefe do Editage Insights, ressalta que este é apenas o começo e que sua equipe possui grandes planos para o futuro. “Nós queremos que o Editage Insights torne-se a maior e mais confiável comunidade de pesquisadores do mundo. As felicitações de aniversário que recebemos dos autores mostram que nossos esforços estão claramente fazendo a diferença”, completa.

Ao completar três anos em novembro de 2016, o Editage Insights lançou um detalhado questionário com o objetivo de reunir as opiniões de pesquisadores ao redor do mundo e apresentá-las a editores e importantes formadores de opinião da indústria da publicação científica. O Editage Insights visa nivelar o campo de atuação dos autores que não são falantes nativos da língua inglesa na indústria editorial e os cumprimentos de aniversário recebidos refletem o apreço especial que estes autores compartilham com a equipe do Editage Insights. Com e-books, workshops, webinários e muito mais recursos, o Editage Insights está determinado a expandir seu alcance global e ajudar autores em todos os cantos do mundo. A equipe do Editage Insights desempenha um papel essencial ajudando a Editage a atingir seu objetivo de romper as barreiras geográficas e linguísticas, preenchendo a lacuna entre autores e revistas especializadas revisadas por pares, acelerando o processo de publicação de pesquisas de alta qualidade. Além da prestação de serviços aos pesquisadores individuais, a Editage associa-se com editoras, revistas, sociedades acadêmicas e companhias farmacêuticas ao redor do mundo para auxiliá-los na criação de publicações científicas atraentes e de alta qualidade.

Desde sua fundação em 2002, tornou-se uma empresa de comunicação global totalmente integrada com escritórios no Japão, Coréia do Sul, Índia, China e Estados Unidos, além de representantes locais no Brasil, Taiwan e Turquia. Com mais de 500 colaboradores, a Editage já atendeu mais de 179 mil autores e editou mais de 674 mil documentos em 1.200 áreas do conhecimento. Com atividades educacionais globais planejadas para o futuro, o Editage Insights está crescendo para ser pioneira em comunicações acadêmicas no mundo.

Sobre a Editage

Criada em abril de 2002 com o objetivo de acelerar a comunicação científica global, a Editage é uma divisão da Cactus Communications. Seus serviços e programas educacionais já apoiaram mais de 179 mil autores em 166 países no processo de publicação em periódicos de alta qualidade. Dispõe de uma das maiores equipes de editores trabalhando em tempo integral, com experts em publicação em mais de 1.200 áreas do conhecimento. A Editage prioriza a alta qualidade de serviços e é parceira de renomadas editoras do mercado da publicação.

A Editage, em comparação com as empresas de seu segmento em todo o mundo, tem o maior número de editores certificados pela BELS (Board of Editors in the Life Sciences) e CMPP (Certified Medical Publication Professional), além disso, conta com Sistemas certificados pelo ISO/IEC 27001:2013, que garante a segurança dos manuscritos. Por meio do Editage Insights, portal de educação, promove consistentes webinários e workshops, pelos quais já passaram mais de sete mil autores. Membro de organizações como o Committee on Publication Ethics (COPE), defende as práticas de publicação ética.

A Editage tem escritórios nos Estados Unidos, Índia, Japão, China, Singapura e Coreia do Sul e representantes locais no Brasil, em Taiwan e na Turquia.

Dezembro, 2016

Pesquisa online vai identificar anseios de pesquisadores acerca do sistema mundial de publicação acadêmica

Autores de todo o mundo podem participar e compartilhar suas opiniões e perspectivas sobre o processo de publicação científica. Os resultados serão apresentados para editores de periódicos e influenciadores da indústria global com o objetivo de promover mudanças concretas em benefício de todos

São Paulo, 12 de dezembro de 2016 Para identificar as perspectivas dos autores acadêmicos, encontrar formas de aprimoramento do atual sistema de publicação tornando-o mais amigável, preencher lacunas entre autores e editoras, a Editage (www.editage.com.br), empresa de comunicação científica, está promovendo uma pesquisa online. A ideia é engajar os pesquisadores de todo o mundo em um processo de reflexão e compartilhamento de ideias. Os resultados serão apresentados a editores de periódicos e influenciadores da indústria global em conferências internacionais.

Os autores interessados em colaborar devem preencher um breve questionário, que se encontra no link  https://pt.surveymonkey.com/r/author-perspectives-on-academic-publishing-brazilian-portuguese.

Segundo Clarinda Cerejo, Editora Chefe do portal Editage Insights, os autores encontram-se no cerne do sistema de publicação e atuam tanto como produtores quanto consumidores das pesquisas publicadas. Suas opiniões são, portanto, cruciais para apoiar mudanças críticas na indústria de divulgação científica.

“Todos sabemos que conseguir publicar um artigo é uma das realizações mais estimulantes que pesquisadores podem ter, mas também é a parte mais difícil de seu trabalho. Queremos os autores ao redor do mundo juntem-se para pensar a respeito do sistema atual. É muito importante saber se estão satisfeitos, quais suas sugestões de mudanças e também as principais dificuldades que enfrentam ao tentar publicar em revistas internacionais”, ressalta.

Em reconhecimento a essa valiosa contribuição ao sistema de publicação acadêmica mundial, será sorteada entre os participantes a produção de três vídeos com duração de um minuto, resumindo o conteúdo de uma pesquisa científica recentemente publicada pelo participante sorteado. Esse vídeo poderá ser utilizado na divulgação da publicação e para ampliar a visibilidade dos trabalhos não só no meio acadêmico, mas também na sociedade em geral. Amostras da produção audiovisual da Editage estão disponíveis na página de resumos em vídeo da Editage no YouTube. Além disso, também serão entregues, a 10 sorteados, vouchers de compras da Amazon no valor de 50 dólares.

Sobre a Editage

Criada em abril de 2002 com o objetivo de acelerar a comunicação científica global, a Editage é uma divisão da Cactus Communications. Seus serviços e programas educacionais já apoiaram mais de 160 mil autores em 116 países no processo de publicação em periódicos de alta qualidade. Dispõe de uma das maiores equipes de editores trabalhando em tempo integral, mais de 1400 editores com inglês como língua nativa e experts em publicação em mais de 1200 áreas do conhecimento. A Editage prioriza a alta qualidade de serviços e é parceira de renomadas editoras do mercado da publicação. 

A Editage, em comparação com as empresas de seu segmento em todo o mundo, tem o maior número de editores certificados pela BELS (Board of Editors in the Life Sciences) e CMPP (Certified Medical Publication Professional), além disso, conta com Sistemas certificados pelo ISO/IEC 27001:2013, que garante a segurança dos manuscritos. Por meio do Editage Insights, portal de educação, promove consistentes webinários e workshops, pelos quais já passaram mais de sete mil autores. Membro de organizações como o Committee on Publication Ethics (COPE), defende as práticas de publicação ética.

A Editage tem escritórios nos Estados Unidos, Índia, Japão, China, Singapura e Coreia do Sul e representantes locais no Brasil, em Taiwan e na Turquia.

Novembro, 2016

Minicurso online inédito e gratuito aborda processo de publicação de artigo científico em periódicos de visibilidade internacional

Curso disseminará as melhores práticas de publicação científica e orientará os autores no processo de escrita de artigos, principais fatores que influenciam no volume de leituras e citações, assim como na seleção dos melhores periódicos. As aulas poderão ser acompanhadas ao vivo ou posteriormente, pelo portal Editage Insights

São Paulo, 1 de novembro de 2016 – Pesquisadores iniciantes, estudantes de mestrado e doutorado com interesse em conhecer os detalhes envolvidos no processo de publicação de artigos científicos em periódicos de visibilidade internacional, poderão participar do minicurso online, gratuito, promovido pela Editage. A empresa internacional de comunicação científica promoverá, de 28 de novembro a 02 de dezembro, o curso "Fundamentos para um artigo de sucesso: escrita, publicação e divulgação”, com conteúdo inédito no Brasil e, ao final, concederá certificado de participação. O minicurso será ministrado por Karin Hoch Fehlauer Ale, doutora em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo (USP), instrutora de renome internacional pela Editage. As inscrições podem ser feitas até a data do evento pelo link: https://www.brighttalk.com/webcast/9615/231337

O curso está dividido em três aulas que abordarão as principais etapas envolvidas no processo de publicação de artigos científicos em periódicos internacionais, desde a escolha da revista adequada, passando por aspectos relevantes acerca da escrita científica em inglês, até a etapa conclusiva da publicação. As aulas poderão ser acompanhas ao vivo, nas respectivas datas, sempre às 14:30 horas, e terão os seguintes temas: “Selecione a revista certa e evite perda de tempo no processo de publicação”, em 28 de novembro, acesso pelo mesmo link da inscrição;  “Garanta uma linguagem em inglês de qualidade em seu artigo científico”, em 30 de novembro, pelo link https://www.brighttalk.com/webcast/9615/231339; e “Seja lido e citado: como fazer a promoção do seu artigo”, em 02 de dezembro, link https://www.brighttalk.com/webcast/9615/231341.

O curso é ministrado por meio do portal de educação Editage Insights, responsável por sediar eventos, webinários e workshops. A duração de cada aula é de 1 hora e ao final são disponibilizados 20 minutos para que os participantes tirem suas dúvidas, ao vivo. As apresentações são gravadas e basta inscrever-se pelo link para assistir quantas vezes necessário, ou seja, se não for possível acompanhar a sessão em tempo real ou se desejar revê-la, o pesquisador poderá assisti-la em um horário e dia que achar mais conveniente, gratuitamente.

O certificado será fornecido ao final do curso a todos os participantes presentes nas três aulas, com 75% de presença total no tempo corrido nas aulas, além da participação em ao menos um evento ao vivo.

Com vasto know-how em redação de trabalhos científicos, a pesquisadora Karin Hoch Fehlauer Ale é instrutora de workshops presenciais e webinários da Editage. Doutora em Ciências Biológicas pelo Dep. de Zoologia da USP, atuou por seis anos como pesquisadora nível de pós-doutorado em diferentes instituições, incluindo o Centro de Biologia Marinha da USP, o Life Sciences Dep. do Museu de História Natural de Londres e o Centro de Estudos do Mar da UFPR. Com vasta experiência publicação científica, a Karin tem publicado ativamente vários artigos em revistas internacionais e foi autora de diversas propostas de financiamento para projetos em âmbito nacional e internacional. Atualmente é editora de área da revista Zootaxa.

O endereço dá acesso direto ao webinário. No site www.editage.com.br e nas páginas oficiais da companhia no Facebook e também no Twitter (@editagebrasil) os pesquisadores podem acompanhar as novidades sobre os treinamentos ministrados pela Editage em português, tanto presenciais como online.

Sobre a Editage
Criada em abril de 2002 com o objetivo de acelerar a comunicação científica global, a Editage é uma divisão da Cactus Communications. Seus serviços e programas educacionais já apoiaram mais de 165 mil autores em 166 países no processo de publicação em periódicos de alta qualidade. Dispõe de uma das maiores equipes de editores trabalhando em tempo integral,  mais de 1400 editores com inglês como língua nativa e experts em publicação em mais de 1200 áreas do conhecimento. A Editage prioriza a alta qualidade de serviços e é parceira de renomadas editoras do mercado da publicação. 

A Editage, em comparação com as empresas de seu segmento em todo o mundo, tem o maior número de editores certificados pela BELS (Board of Editors in the Life Sciences) e CMPP (Certified Medical Publication Professional), além disso, conta com Sistemas certificados pelo ISO/IEC 27001:2013, que garante a segurança dos manuscritos. Por meio do Editage Insights, portal de educação, promove consistentes webinários e workshops, pelos quais já passaram mais de sete mil autores. Membro de organizações como o Committee on Publication Ethics (COPE), defende as práticas de publicação ética.

A Editage tem escritórios nos Estados Unidos, Índia, Japão, China, Singapura e Coreia do Sul e representantes locais no Brasil, em Taiwan e na Turquia.

Outubro, 2016

Editage firma parceria com MA Healthcare para fornecer serviços editoriais para profissionais da área de saúde

São Paulo, 25 de outubro de 2016  - A Editage (www.editage.com.br), líder em revisão em língua inglesa e apoio à publicação, acaba de firmar uma parceria com a MA Healthcare, provedora global de educação médica e de enfermagem. Juntas, por meio do MAHealthcare Author Services, oferecerão serviços para pesquisadores da área da saúde. A parceria surge para atender uma demanda desses profissionais que, ao mesmo tempo em que necessitam publicar artigos de elevada qualidade, têm que acompanhar os rápidos avanços que ocorrem neste campo de atuação. Pesquisadores que publicarem seus trabalhos com o apoio da MA Healthcare poderão beneficiar-se da elevada qualidade dos serviços editoriais da Editage beneficiando-se de uma política de descontos.

“A saúde é uma área na qual a efetividade e a velocidade do intercâmbio de informações com a indústria podem ser cruciais para salvar vidas. Nós estamos muito orgulhosos em poder firmar essa parceria com a Editage, pois seus serviços editoriais têm condições de ajudar médicos, enfermeiras e outros profissionais, que almejam publicar seus trabalhos, mas que apresentam restrições em relação ao tempo e à linguagem”, explicou Rebecca Linssen, diretora editorial do Mark Allen Group.

“Estamos entusiasmados em colaborar com a MA Healthcare e entregar nossos serviços ágeis e de alta qualidade para os seus autores. Essa parceria nos deixa um passo mais próximos do nosso objetivo, que é atender às necessidades de comunicação da indústria de saúde e do meio científico em todo mundo”, enfatiza Nikesh Gosalia, diretor de relações acadêmicas e com editoras da Editage, Cactus Communications.
Para mais detalhes visite http://mahealthcare.editage.com/ .

Sobre a MA Healthcare
Parte do Mark Allen Group, a MA Healthcare é um fornecedor global de educação médica e de enfermagem. Com mais de 100 eventos anuais, 30 publicações em vários campos da enfermagem e saúde, além de uma divisão de livros, a MA Healthcare estabeleceu-se como líder em sua área de atuação. O jornal britânico de enfermagem (British Journal of Nursing) e o Jornal britânico do Hopsital de Medicina (British Journal of Hospital Medicine) estão entre as publicações especializadas da MA Healthcare.

Sobre a Editage
Criada em abril de 2002 com o objetivo de acelerar a comunicação científica global, a Editage é uma divisão da Cactus Communications. Seus serviços e programas educacionais já apoiaram mais de 165 mil autores em 166 países no processo de publicação em periódicos de alta qualidade. Dispõe de uma das maiores equipes de editores trabalhando em tempo integral, mais de 1400 editores com inglês como língua nativa e experts em publicação em mais de 1200 áreas do conhecimento. A Editage prioriza a alta qualidade de serviços e é parceira de renomadas editoras do mercado da publicação.

A Editage, em comparação com as empresas de seu segmento em todo o mundo, tem o maior número de editores certificados pela BELS (Board of Editors in the Life Sciences) e CMPP (Certified Medical Publication Professional), além disso, conta com Sistemas certificados pelo ISO/IEC 27001:2013, que garante a segurança dos manuscritos. Por meio do Editage Insights, portal de educação, promove consistentes webinários e workshops, pelos quais já passaram mais de sete mil autores. Membro de organizações como o Committee on Publication Ethics (COPE), defende as práticas de publicação ética.


A Editage tem escritórios nos Estados Unidos, Índia, Japão, China, Singapura e Coreia do Sul e representantes locais no Brasil, em Taiwan e na Turquia.

Setembro, 2016

Hindawi e Editage anunciam sua parceria para o fornecimento de serviços de edição na língua inglesa

FILADÉLFIA, 26 de setembro de 2016 /PRNewswire/ -- A Hindawi e a Editage anunciaram hoje uma nova parceria que fornecerá edição na língua inglesa a autores que desejam submeter trabalhos para publicação pela Hindawi. Essa parceria resultará na integração dos serviços da Editage no processo de submissão da Hindawi e concederá um desconto de 10% aos autores da Hindawi.

Craig Raybould, Engenheiro-Chefe de Processos da Hindawi, disse, "Esses serviços de preparação dos manuscritos antes da submissão ajudará os autores, particularmente aqueles cuja primeira língua não é a inglesa. Os serviços da Editage podem ajudar os autores a elaborarem manuscritos bem-redigidos, prontos para submissão para periódicos, conectando-os a um painel de especialistas em publicação experientes e altamente qualificados, os quais fornecem edição, tradução e ajuda à formatação, relevantes ao assunto. Estamos também satisfeitos pois essa parceria fornece um benefício financeiro na forma de um desconto de 10% para nossos autores que queiram utilizar estes serviços".

Nikesh Gosalia, Diretor, Editor e responsável pelo Relacionamento Acadêmico da Editage, disse, "A Editage tem muito orgulho pela parceria com a Hindawi Publishing Corporation. Na Editage, prestamos muita atenção ao assunto de um manuscrito e assumimos a missão de apoiar o autor através de uma variedade de serviços destinados a otimizar o potencial de sucesso da publicação. Estamos ansiosos para darmos assistência aos autores da Hindawi para alcançarem os objetivos de suas publicações".

Para mais informações, visite o endereço  http://hindawi.editage.com/

Sobre a Hindawi

A Hindawi (http://www.hindawi.com) é uma editora de periódicos de livre acesso, revisados por pares, que abrangem uma vasta série de disciplinas acadêmicas. Fundada em 1997, a Hindawi emprega mais de 700 funcionários em seus escritórios no Cairo e em Londres e publica mais de 20.000 artigos de livre acesso por ano.

Sobre a Editage

Editage, a marca principal da Cactus Communications (CACTUS), é reconhecida em todo o mundo pelas comunidades de publicação e acadêmicas. A Editage tem como objetivo ajudar os acadêmicos a superarem as barreiras geográficas e de linguagem, fazendo uma ponte entre autores e periódicos revisados por pares, acelerando o processo de publicação de pesquisas de alta qualidade. Além de trabalhar com pesquisadores individuais, a Editage tem parcerias com editoras, revistas, sociedades acadêmicas e companhias farmacêuticas em todo o mundo, para ajudá-los a criar publicações científicas convincentes e de alta qualidade. A Editage também se dedica à formação dos autores, através de seu completo site de recursos para os autores, no endereço Editage Insights.

Visite o site editage.com.

Agosto, 2016

Editage aposta em novo serviço de vídeo para disseminação de conteúdo científico

O serviço auxilia pesquisadores e editores na produção de conteúdo audiovisual capaz de explicar de maneira sucinta e didática complexas pesquisas científicas, maximizando assim o alcance e o impacto dos trabalhos

São Paulo, 29 de agosto de 2016 – A Editage (www.editage.com.br), empresa de comunicação científica, está lançando um novo serviço de vídeo. A novidade, chamada Editage Video Summaries, está associada à necessidade dos pesquisadores e editores de ampliarem a visibilidade de seus trabalhos não só no meio acadêmico, mas também na sociedade em geral. O vídeo é uma forma inovadora e cativante de apresentar a pesquisa científica para uma audiência mais ampla. Além disso, o estudo Visual Networking Index, realizado em 2015, pela multinacional de tecnologia Cisco, prevê que, até 2019, 80% do consumo global da Internet será relativo a conteúdo de vídeo.

O novo serviço está disponível em dois formatos: resumos em vídeo, com duração de três ou quatro minutos, que sintetizam o conteúdo da pesquisa; e vídeo teasers, mais curtos, com um ou dois minutos, que apresentam sucintamente o trabalho científico e permitem atingir um público mais amplo, incluindo colegas, investidores, formadores de opinião e leigos. A equipe da Editage conta com redatores científicos, ilustradores e animadores capacitados em converter um manuscrito em um vídeo curto, que destaque as necessidades, os objetivos, a metodologia, as descobertas e as implicações da pesquisa por meio de recursos como: imagens, narração, texto e animação. O serviço Editage Video Summaries permitirá aos pesquisadores maximizar o alcance e o impacto de suas pesquisas e ainda posicionarem-se à frente de seus concorrentes. 

Shriram Poonja, vice-presidente sênior global de marketing da Editage, ressalta “Os pesquisadores muitas vezes chegam até nós com dificuldades de colocar toda a amplitude de sua pesquisa em único manuscrito, especialmente pelas limitações nos números de palavras e de figuras. Os vídeos não têm essa restrição. Pelo contrário, nesse caso, incentivamos os autores a incluírem dados e imagens de maior apelo em seus conteúdos”. Em relação ao diferencial do serviço Editage Video Summaries, ele acrescenta “Os vídeos educativos, que têm como objetivo esclarecer conceitos científicos complexos, tornaram-se cada vez mais populares. Fazendo uso de resumos em vídeos ou de vídeos teasers, os pesquisadores podem explicar com muito mais facilidade seus fundamentos científicos, seja para os investidores ou qualquer outra pessoa que precisar ter conhecimento do trabalho. Nos dois formatos, o autor envolve-se diretamente no processo de criação do vídeo, assegurando assim que o conteúdo atenderá suas necessidades reais”.

A Editage, atualmente, está trabalhando junto aos seus clientes para produzir pilotos deste novo serviço. Editores, pesquisadores e instituições podem visitar https://www.editage.com/video-summaries/ ou então enviar um e-mail para videosummaries@editage.com para obter mais informações sobre o serviço.


Sobre a Editage

Criada em abril de 2002 com o objetivo de acelerar a comunicação científica global, a Editage é uma divisão da Cactus Communications. Seus serviços e programas educacionais já apoiaram mais de 100 mil autores em 116 países no processo de publicação em periódicos de alta qualidade. Dispõe de uma das maiores equipes de editores trabalhando em tempo integral, mais de 1400 editores com inglês como língua nativa e experts em publicação em mais de 1200 áreas do conhecimento. A Editage prioriza a alta qualidade de serviços e é parceira de renomadas editoras do mercado da publicação. 

A Editage, em comparação com as empresas de seu segmento em todo o mundo, tem o maior número de editores certificados pela BELS (Board of Editors in the Life Sciences) e CMPP (Certified Medical Publication Professional), além disso, conta com Sistemas certificados pelo ISO/IEC 27001:2013, que garante a segurança dos manuscritos. Por meio do Editage Insights, portal de educação, promove consistentes webinários e workshops, pelos quais já passaram mais de sete mil autores. Membro de organizações como o Committee on Publication Ethics (COPE), defende as práticas de publicação ética.

A Editage tem escritórios nos Estados Unidos, Índia, Japão, China, Singapura e Coreia do Sul e representantes locais no Brasil, em Taiwan e na Turquia.

Agosto, 2016

Evento inédito e gratuito da Editage orienta para o uso correto e preciso da linguagem em trabalhos acadêmicos

Ao redigir um manuscrito científico em inglês é melhor usar palavras simples ou vistosas? A escolha ou omissão de vocábulos altera o significado de uma frase? O posicionamento dos termos ao longo de uma frase é importante? A ordem das sentenças em um período pode alterar o sentido? Essas e outras dúvidas serão respondidas no dia 23 de agosto, durante a sessão online que tratará pela primeira vez o tema: “Pilares da linguagem acadêmica: as palavras certas no lugar certo”

São Paulo, 10 de agosto de 2016 - Visando ampliar ainda mais o nível de conhecimento dos pesquisadores brasileiros, a Editage, empresa de comunicação científica, acaba de inserir um conteúdo inédito em seu programa de treinamentos online gratuito. A primeira sessão sobre o tema “Pilares da linguagem acadêmica: as palavras certas no lugar certo” acontece no próximo dia 23 de agosto, às 15 horas, e tem como público-alvo pesquisadores que desejam maximizar as chances de aceitação por publicações de seus manuscritos científicos. O webinário será conduzido por Karin Hoch Fehlauer Ale, Doutora em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo (USP), pesquisadora em nível pós-doutorado, tradutora e instrutora de renome internacional. As inscrições podem ser feitas gratuitamente até a data do evento pelo link: https://www.brighttalk.com/webcast/9615/217975.

Escolher as palavras certas para a redação de um trabalho científico é um dos fatores determinantes para obter sucesso na publicação e, mais adiante, o sucesso em citações. Porém, essa não costuma ser uma tarefa fácil para quem não é nativo em língua inglesa e pode, muitas vezes, levar à rejeição de artigos que, apesar de possuírem qualidade científica, falham ao transmitir a informação pretendida.

A sessão será promovida através do Editage Insights, portal de educação responsável por sediar webinários e workshops e, por meio de explicações e exemplos práticos, trará subsídios para que os pesquisadores transmitam suas ideias com clareza e precisão ao redigirem seus trabalhos.  A duração é 90 minutos e ao final são disponibilizados 20 minutos para que os participantes tirem suas dúvidas ao vivo. As apresentações são gravadas e podem ser assistidas, sem nenhum custo, posteriormente, no horário e dia mais convenientes, quantas vezes necessárias.

Com vasto know-how em redação de trabalhos científicos, a pesquisadora é instrutora de workshops presenciais e webinários da Editage. Doutora em Ciências Biológicas pelo Dep. de Zoologia da USP, atuou por seis anos como pesquisadora nível de pós-doutorado em diferentes instituições, incluindo o Centro de Biologia Marinha da USP, o Life Sciences Dep. do Museu de História Natural de Londres e o Centro de Estudos do Mar da UFPR. Com vasta experiência publicação científica, a Karin tem publicado ativamente vários artigos em revistas internacionais e foi autora de diversas propostas de financiamento para projetos em âmbito nacional e internacional. Atualmente é Editora de área da revista Zootaxa.

O endereço dá acesso direto ao webinário. No site www.editage.com.br e nas páginas oficiais da companhia no Facebook e também no Twitter (@editagebrasil) os pesquisadores podem acompanhar as novidades sobre os treinamentos ministrados pela Editage em português, tanto presenciais como online.

Sobre a Editage

Criada em abril de 2002 com o objetivo de acelerar a comunicação científica global, a Editage é uma divisão da Cactus Communications. Seus serviços e programas educacionais já apoiaram mais de 100 mil autores em 116 países no processo de publicação em periódicos de alta qualidade. Dispõe de uma das maiores equipes de editores trabalhando em tempo integral,  mais de 1400 editores com inglês como língua nativa e experts em publicação em mais de 1200 áreas do conhecimento. A Editage prioriza a alta qualidade de serviços e é parceira de renomadas editoras do mercado da publicação. 

A Editage, em comparação com as empresas de seu segmento em todo o mundo, tem o maior número de editores certificados pela BELS (Board of Editors in the Life Sciences) e CMPP (Certified Medical Publication Professional), além disso, conta com Sistemas certificados pelo ISO/IEC 27001:2013, que garante a segurança dos manuscritos. Por meio do Editage Insights, portal de educação, promove consistentes webinários e workshops, pelos quais já passaram mais de sete mil autores. Membro de organizações como o Committee on Publication Ethics (COPE), defende as práticas de publicação ética.

A Editage tem escritórios nos Estados Unidos, Índia, Japão, China, Singapura e Coreia do Sul e representantes locais no Brasil, em Taiwan e na Turquia.


Agosto, 2016

Evento online gratuito aborda erros de escrita que podem prejudicar a publicação de um artigo

O conteúdo do webinário, que será promovido pela Editage no dia 28 de julho, orienta autores sobre qual a melhor forma de evitar comentários e feedbacks negativos por parte de revisores em manuscritos escritos em inglês

São Paulo, 10 de julho de 2016 - A Editage (www.editage.com.br), empresa de comunicação científica, promoverá no dia 28 de julho, às 15h, uma edição especial de seu programa de treinamentos online gratuitos. A sessão “Evite erros de escrita que prejudicam a revisão de um artigo” tem como público-alvo pesquisadores que desejam compreender o que os revisores normalmente esperam de um manuscrito escrito em inglês. O conteúdo será exposto por Karin Hoch Fehlauer Ale, Doutora em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo (USP), pesquisadora em nível pós-doutorado, tradutora e instrutora de renome internacional. As inscrições podem ser feitas de forma gratuita até a data do evento pelo link: https://www.brighttalk.com/webcast/9615/214875.
Autores acadêmicos brasileiros, em geral, temem que seus artigos sejam rejeitados por conta da qualidade do inglês. Muitas vezes, pesquisadores experientes recebem pedidos para que seus artigos sejam revisados por nativos na língua inglesa ou reescritos antes mesmo de seguir para a revisão por pares, necessária para a publicação das descobertas científicas. Este seminário visa esclarecer quais problemas comuns na escrita são os mais óbvios aos editores e revisores, assim como a razão pela qual ocorrem. Por meio de exemplos práticos, o objetivo é minimizar essas ocorrências problemáticas, além de evidenciar como algumas ferramentas e recursos simples e úteis podem ser utilizados para melhorar a linguagem e agilizar a publicação.
A sessão é promovida através do Editage Insights, portal de educação responsável por sediar webinários e workshops. A duração é de uma hora e ao final são disponibilizados 20 minutos para que os participantes tirem suas dúvidas ao vivo. As apresentações são gravadas e basta inscrever-se pelo link https://www.brighttalk.com/webcast/9615/214875  para assistir quantas vezes necessário: ou seja, se não for possível acompanhar a sessão ao vivo ou se desejar revê-la, o pesquisador poderá assisti-la em um horário e dia que achar mais conveniente, gratuitamente.
Com vasto know-how em redação de trabalhos científicos, a pesquisadora é instrutora de workshops presenciais e webinários da Editage. Doutora em Ciências Biológicas pelo Dep. de Zoologia da USP, atuou por seis anos como pesquisadora nível de pós-doutorado em diferentes instituições, incluindo o Centro de Biologia Marinha da USP, o Life Sciences Dep. do Museu de História Natural de Londres e o Centro de Estudos do Mar da UFPR. Com vasta experiência publicação científica, a Karin tem publicado ativamente vários artigos em revistas internacionais e foi autora de diversas propostas de financiamento para projetos em âmbito nacional e internacional. Atualmente é Editora de área da revista Zootaxa.

O endereço dá acesso direto ao webinário. No site www.editage.com.br e nas páginas oficiais da companhia no Facebook e também no Twitter (@editagebrasil) os pesquisadores podem acompanhar as novidades sobre os treinamentos ministrados pela Editage em português, tanto presenciais como online.

Sobre a Editage

Criada em abril de 2002 com o objetivo de acelerar a comunicação científica global, a Editage é uma divisão da Cactus Communications. Seus serviços e programas educacionais já apoiaram mais de 100 mil autores em 116 países no processo de publicação em periódicos de alta qualidade. Dispõe de uma das maiores equipes de editores trabalhando em tempo integral,  mais de 1400 editores com inglês como língua nativa e experts em publicação em mais de 1200 áreas do conhecimento. A Editage prioriza a alta qualidade de serviços e é parceira de renomadas editoras do mercado da publicação. 
A Editage, em comparação com as empresas de seu segmento em todo o mundo, tem o maior número de editores certificados pela BELS (Board of Editors in the Life Sciences) e CMPP (Certified Medical Publication Professional), além disso, conta com Sistemas certificados pelo ISO/IEC 27001:2013, que garante a segurança dos manuscritos. Por meio do Editage Insights, portal de educação, promove consistentes webinários e workshops, pelos quais já passaram mais de sete mil autores. Membro de organizações como o Committee on Publication Ethics (COPE), defende as práticas de publicação ética.

A Editage tem escritórios nos Estados Unidos, Índia, Japão, China, Singapura e Coreia do Sul e representantes locais no Brasil, em Taiwan e na Turquia.

Junho, 2016

Coalizão entre empresas da área de comunicação científica protege pesquisadores contra publicações predatórias e práticas irresponsáveis

Donald Samulack, presidente de operações da Editage, lidera as ações de desenvolvimento da aliança que pretende, por meio de ações colaborativas, antecipar efetivamente as práticas que prejudicam a confiança no processo de publicação

São Paulo, 1 de junho de 2016 – Donald Samulack, PhD, presidente de operações da Editage, divisão da Cactus Communications, que lidera as ações de desenvolvimento da CRPR - The Coalition for Responsible Publication Resources, anunciou durante o encontro do Conselho de Editores Científicos (Council of Science Editors), em Denver (EUA), a colaboração substancial e financeira de cinco empresas: Atlantis Press, Cabell´s International, Canadian Science Publishing, Editage/Cactus Comunications e Wolters Kluwer. Essas organizações uniram-se para a criação de um fundo administrado pela Editage para iniciar a implementação de uma infraestrutura administrativa e de tecnologias web e de software em prol do desenvolvimento da CRPR.  Atualmente Membros Fundadores Provisórios, as cinco empresas serão renomeadas até o final do ano como Membros Fundadores, assim que a aliança transformar-se uma entidade independente e autorreguladora sem fins lucrativos, nos Estados Unidos.

Com isso, a CRPR, coalizão que preza pela publicação responsável de artigos científicos, avança mais um passo em direção à missão de preservar a integridade da literatura acadêmica pelo compartilhamento de casos irresponsáveis e práticas predatórias.  A organização tem como objetivo assegurar a transparência, a descoberta e a prestação de contas dos serviços de publicações responsáveis às normas, diretrizes e melhores práticas. Desta forma, os autores acadêmicos podem informar-se melhor para tomar decisões quando procurarem por serviços e quando seus trabalhos acadêmicos forem publicados. Além disso, a CRPR tem como meta facilitar a comunicação e a colaboração entre universidades, sociedades acadêmicas, editores, revistas acadêmicas, serviços de publicação, farmacêuticos, financiadores e instituições governamentais em âmbito mundial.

 “A necessidade de contar com uma aliança como esta é muito clara para nós da Editage na medida em que passamos a observar a contínua quebra de confiança na literatura acadêmica ao longo dos anos, como resultado da alta divulgação de artigos predatórios, irresponsáveis ou fraudados por indivíduos e práticas comerciais corruptas”, afirmou o Doutor Samulack, expressando sua gratidão pelo apoio da indústria. “Como uma empresa que atua neste segmento, discutimos a séria necessidade de abordar essas questões de forma coletiva e colaborativa, mas ainda temos dificuldades em antecipar de modo efetivo as práticas que prejudicam a confiança no processo de publicação. Unindo-nos em uma aliança, seremos capazes de construir uma infraestrutura para identificar essas práticas corruptas já no começo do processo e, assim, instruir os autores para que eles possam identificar os recursos para publicação que agem de forma responsável e ética em seu nome e em nome da longevidade e integridade da literatura acadêmica”.

Atualmente, práticas irresponsáveis e, em alguns casos, predatórias, podem ser identificadas em quase todas as fases do processo de publicação. Desde o desenvolvimento inicial de um manuscrito acadêmico, atribuição de autoria, solicitação de submissão com promessas de publicação e no processo de revisão por pares, até a apresentação fraudulenta de conselhos editoriais de alguns periódicos, bem como a usurpação de periódicos, métricas e serviços de autor.

Zeger Karssen, Diretor da Atlantis Press, afirmou que “com o alcance global das publicações científicas, e o crescimento constante de editoras e serviços para autores, para manter a confiança no que é publicado, faz-se necessário adotar um caminho claro para as condutas profissionais responsáveis”.

Lacey Earle, vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios da Cabell´s Internacional acrescentou: “estamos animados com a oportunidade de apoiar as iniciativas da aliança. Através dessa colaboração, esperamos atingir nosso objetivo mútuo de servir a comunidade acadêmica e proteger a integridade global da pesquisa”.

Suzanne Kettley, diretora executiva da Canadian Science Publishing comentou que as “organizações predatórias existem há alguns anos, mas recentemente, tornaram-se mais difíceis de serem identificadas, até mesmo por nós que trabalhamos neste segmento, pois seus métodos fraudulentos têm ficado cada vez mais sofisticados. Os esforços de toda a indústria, como este da CRPR, são necessários para assegurar que pesquisadores tenham uma comunicação de confiança com o sistema, por essa razão ficamos satisfeitos em apoiar essa iniciativa”.

 “O aumento de atividades predatórias em publicações acadêmicas tornou cada vez mais difícil para os autores em todo mundo identificar e trazer recursos de confiança para seus trabalhos. Estamos satisfeitos em ver o desenvolvimento da aliança e apoiamos totalmente sua missão de manter a integridade de trabalhos acadêmicos”, comemorou Jayne Marks, vice-presidente de publicações globais, educação na saúde, pesquisa e prática da Wolters Kluwer.

A Aliança pretende aprimorar e encorajar o desenvolvimento de recursos, estratégias e ferramentas, não apenas para ajudar autores a identificar práticas de publicações responsáveis, mas também como um recurso para a própria indústria na defesa e manutenção de normas, orientações e melhores práticas, assim como para prover serviços à comunidade acadêmica. Para integrar a aliança é preciso fazer parte da indústria de publicações acadêmicas.

Mais informações sobre:
Editage - www.editage.com.br
Cactus Global - www.cactusglobal.com

The Coalition for Responsible Publication Resources -  www.RPRcoalition.org;

Council of Science Editors  - www.councilofscienceeditors.org

Atlantis Press - www.atlantis-press.com

Canadian Science Publishing (CSP) -  www.cdnsciencepub.com

Wolters Kluwer - www.wolterskluwer.com

Sobre a Editage
Criada em abril de 2002 com o objetivo de acelerar a comunicação científica global, a Editage é uma divisão da Cactus Communications. Seus serviços e programas educacionais já apoiaram mais de 140 mil autores em 154 países no processo de publicação em periódicos de alta qualidade. Dispõe de uma das maiores equipes de editores trabalhando em tempo integral, mais de 1400 editores com inglês como língua nativa e experts em publicação em mais de 1200 áreas do conhecimento, responsáveis pela tradução e revisão de mais 560 mil artigos. A Editage prioriza a alta qualidade de serviços e é parceira de renomadas editoras do mercado da publicação. 
A Editage, em comparação com as empresas de seu segmento em todo o mundo, tem o maior número de editores certificados pela BELS (Board of Editors in the Life Sciences) e CMPP (Certified Medical Publication Professional), além disso, conta com Sistemas certificados pelo ISO/IEC 27001:2013, que garante a segurança dos manuscritos. Por meio do Editage Insights, portal de educação, promove consistentes webinários e workshops, pelos quais já passaram mais de sete mil autores. Membro de organizações como o Committee on Publication Ethics (COPE), defende as práticas de publicação ética.
A Editage tem escritórios nos Estados Unidos, Índia, Japão, China, Singapura e Coreia do Sul e representantes locais no Brasil, em Taiwan e na Turquia.


Maio, 2015

Editage se torna parceira da Wolters Kluwer para oferecer serviços editoriais a autores

Maio, 2015 –- A Editage, líder nos serviços de revisão da língua inglesa e suporte à publicação, anuncia o lançamento de um novo website para serviços de autores em parceria com Wolters Kluwer, líder global no fornecimento de serviços de informação e soluções para a indústria de assistência médica. Com esta parceria, Wolters Kluwer oferecerá serviços editoriais e recursos educacionais para autores que submeterem manuscritos científicos para seu portfólio de revistas Lippincott Williams & Wilkins (LWW).

“O fluxo de artigos científicos para revistas ocidentais, vindos da Ásia e de outros mercados emergentes em que o inglês não é a língua primária do autor, cria desafios no processo de submissão e de peer-review para autor, editor e revisores. Esta parceria com a Editage nos possibilita ofertar serviços editoriais de importância vital para auxiliar pesquisadores ao redor do mundo. Os serviços ajudam a melhorar a qualidade dos manuscritos e, em última instância, a qualidade da pesquisa publicada”, afirmou Jayne Marks, Vice Presidente, Global Publishing, Wolters Kluwer, Health Learning Research & Practice.

Pelo site com as marcas associadas, a Editage oferecerá serviços de revisão de linguagem e de tradução para autores Wolter Kluwer. O site também apresentará recursos didáticos extensivos, relativos à preparação de manuscritos e às tendências da indústria de publicação.

Donald Samulack, Presidente de Operações nos EUA da Editage complementa: “A Editage tem orgulho de se alinhar com a Wolters Kluwer para auxiliá-los a servir às necessidades da comunidade acadêmica global. Juntos, os serviços de suporte editorial e o material de treinamento para autores que fornecemos auxiliará acadêmicos a superar as barreiras geográficas e de linguagem, fazendo uma ponte entre autores e revistas revisadas por pares, acelerando o processo de publicação da pesquisa de alta qualidade”.

Sobre Wolters Kluwer

A Wolters Kluwer é líder global em serviços profissionais de informação. Profissionais nas áreas jurídica, de negócios, tributário, contabilidade, finanças, auditoria, risco, compliance e saúde confiam nas ferramentas líderes de mercado habilitadas para informações e nas soluções de software da Wolters Kluwer para gerenciar os seus negócios de forma mais eficiente, entregando resultados aos seus clientes e auxiliando-os a ser mais bem sucedidos em um mundo cada vez mais dinâmico.

A Wolters Kluwer reportou uma receita anual em 2014 de €3.7 bilhões. O grupo atende clientes em mais de 170 países e emprega mais de 19 mil pessoas em todo o mundo. A companhia tem sede em AlphenaandenRijn, na Holanda. Suas ações são cotadas na Euronext Amsterdam (WKL) e estão incluídas nos índices AEX e Euronext 100. A Wolters Kluwer possui um programa de Nível 1 patrocinado pela American Depositary Receipts. Os ADRs são negociados no mercado OTC (over-thecounter) nos Estados Unidos (WTKWY).

Visite www.wolterskluwer.com, e siga @WKHealth ou @Wolters_Kluwer no Twitter.

Sobre a Editage

A Editage é a marca principal da Cactus Communications - líder global de serviços de apoio a comunicações científicas, com escritórios nos EUA, Japão, Índia, Coreia do Sul e China, reconhecida em todo o mundo pelas comunidades de publicação, farmacêutica e acadêmicas. Editage – tornando-o mais próximo de seus autores e auxiliando autores a serem publicados.

Visite www.editage.com.br ou www.cactusglobal.com, e siga @EditageBrasil no Twitter.

Janeiro 2015

Overleaf colabora com a Editage® para oferecer aos seus autores serviços de revisão linguística para publicação

Londres, janeiro de 2015 – A Editage, principal marca da Cactus Communications, a provedora líder de serviços de suporte editorial e de publicação para a comunidade acadêmica global, e Overleaf, a plataforma de escrita colaborativa e publicação da WriteLaTeX, firmaram um acordo para permitir que os autores da Overleaf transfiram manuscritos diretamente à Editage para utilizar sua gama de serviços de revisão linguística.

Overleaf está rapidamente se tornando a fornecedora líder de ferramentas para escrita de artigos acadêmicos em um mundo acadêmico colaborativo. Com mais de dois milhões de artigos científicos publicados a cada ano, e com as maiores inovações técnicas e médicas do mundo começando em um artigo científico, há uma demanda crescente por soluções eficientes e eficazes para criar e colaborar em trabalhos científicos. A revisão e polimento da linguagem científica muitas vezes constitui a última etapa do processo de publicação científica. Este acordo garante, aos usuários da Overleaf, o apoio necessário da Editage na revisão e suporte à publicação durante os estágios finais antes da submissão à revista.

Comentando o acordo, John Hammersley, Co-fundador e CEO da Overleaf, disse, "A Overleaf está sendo utilizada por uma variada gama de autores em todo o mundo em seus trabalhos de pesquisa, livros, relatórios de projetos e muito mais - desde o lançamento, nós compilamos mais de 1,5 mil milhões de páginas de documentos. Ao fornecer links para serviços editoriais e de apoio publicação, como os oferecidos pela Editage, ao lado de nossos links para submissão direta a periódicos, podemos agilizar o processo de publicação e torná-lo mais fácil para que os autores submetam seus trabalhos para o destino de sua escolha."

Donald Samulack, presidente de operações da Editage nos EUA, afirmou: "Nós percebemos muito cedo na nossa relação com a Overleaf que a colaboração entre Editage e Overleaf poderia ser de grande valor para seus usuários, combinando a experiência da escrita de manuscritos com o apoio editorial profissional. Unindo-nos com os principais inovadores como a Overleaf, nós nos esforçamos para contribuir com o ecossistema de publicação em constante expansão."

O anúncio da Overleaf marca a segunda parceria que a Editage firmou com atores importantes da indústria de comunicação acadêmica global (após a Aries no início deste ano). Esses esforços estão alinhados com a meta da Editage de se tornar a consultora de confiança para sua comunidade de pesquisadores acadêmicos.

Sobre a Cactus Communications e a Editage ( www.editage.com.br, www.cactusglobal.com)
Cactus Communications (CACTUS) é uma empresa líder global de comunicações científicas, com escritórios nos EUA, Japão, Índia, Coréia do Sul e China. A Editage é a principal marca da CACTUS, reconhecida mundialmente no mercado editorial e nas comunidades acadêmicas. Como pioneiros em tudo o que fazemos, nosso objetivo na Editage é ajudar pesquisadores a romper os limites da geografia e da língua, para eliminar as barreiras entre os autores e periódicos científicos, e para acelerar o processo de publicação de pesquisa de alta qualidade. Para este fim, temos parcerias com editoras, revistas, sociedades acadêmicas e empresas farmacêuticas em todo o mundo e utilizamos a expertise de nossos mais de 1.400 profissionais para criar comunicações científicas consistentes e de alta qualidade. Todos esses elementos, em conjunto, têm apoiado o crescimento da CACTUS como líder forte e estável indústria. Editage - ajudando você a se aproximar de seus autores e ajudando autores a serem publicados.

Visite www.editage.com.br e curta facebook.com/editagebrasil

Sobre Science Press China (www.sciencep.com)

Fundada em 2012 como WriteLaTeX, a recém re-lançada Overleaf tem crescido rapidamente para se tornar uma fornecedora inovadora de ferramentas de escrita acadêmica, com mais de 150.000 usuários em todo o mundo e mais de dois milhões de projetos criados até o momento. A Overleaf é um sistema de escrita e publicação colaborativa que faz com que o processo de produção de trabalhos acadêmicos seja muito mais rápido para ambos autores e editores.

Apoiada pela Digital Science, a Overleaf visa tornar a ciência e a pesquisa mais rápidas, mais abertas e transparentes, trazendo todo o processo científico para um só lugar, desde a idéia e escrita, até a avaliação e publicação. Em julho de 2014, a Overleaf foi premiada como Innovative Internet Business of 2014, no Nominet Internet Awards, realizado em Londres, sendo representante do auge de inovação on-line no Reino Unido.

Visite www.overleaf.com e siga @overleaf_com no Twitter

Sobre a Digital Science

A Digital Science é uma empresa de tecnologia global que atende às necessidades da pesquisa científica. Sua missão é fomentar a descoberta científica com softwares que simplificam o processo de pesquisa. Seja na banca ou no ambiente acadêmico, a sua gama de produtos ajuda em todas as fases do ciclo da pesquisa e altera a forma como a ciência é feita. Seu portfólio de marcas inclui Altmetric, Labguru, Figshare, Overleaf, ReadCube, ÜberResearch, BioRAFT e Symplectic. Digital Science é uma divisão de negócios da Macmillan ciência e educação.

Visite www.digital-science.com e siga @digitalsci no Twitter

Setembro 2014

Editage realiza workshop de escrita científica em inglês para a Science Press China - maior editora científico-tecnológica da China



No início de setembro, a Editage conduziu um workshop para editores chineses da língua inglesa, em parceria com a Science Press China – a maior editora STME (educação científica, tecnológica e matemática) da China e com a Science China Press – maior editora de periódicos científicos na china. Compareceram ao evento mais de 70 editores científicos profissionais da Science Press China, da Science China Press, e de periódicos afiliados à Academia Chinesa de Ciências e à China Higher Education Press.

O workshop foi recepcionado por Dr. Shengli Ren, Editor in Chief da Science Press China. John McDonald, treinador em tempo integral da Editage, conduziu o workshop. Durante a sessão, John cobriu tópicos que abrangeram das habilidades básicas da escrita de artigos em inglês, à estruturação de um artigo científico. Ele também introduziu as tendências da comunidade de pesquisa internacional. Dr. Ren comentou “o workshop é desenhado pela perspectiva do autor sobre a escrita, mas é planejado para que editores da língua inglesa melhorem suas habilidades e julgamento profissional ao realizar a triagem de manuscritos enviados ao periódico”.

O workshop, em período integral, ofereceu uma grande variedade de atividades e exercícios. Os  editores ouviram atentamente, tomaram notas e interagiram ativamente com o treinador. Muitos expressaram sua apreciação depois do evento. O feedback geral ressaltou que o treinamento foi muito útil para o ofício de editor, com a manifestação recorrente do desejo de participar de mais treinamentos com a Editage no futuro.

Participou de nosso workshop, o Dr. Shen Yu, do Instituto de Engenharia Termofísica, da Academia Chinesa de Ciências. Dr. Yu é membro editorial do International Journal of Turbo and Jet Engineering (London), listado pelo International Biographical Center (Cambridge), e também pelo American Biographical Institute como um dos 2000 líderes de pesquisa de maior impacto do mundo.  Com mais de 80 anos de idade, o pesquisador ainda mantém o entusiasmo no aprendizado, o que é muito inspirador para todos os jovens cientistas e também para os outros editores. Depois de comparecer ao workshop, Dr. Yu destacou: “O workshop é muito bem planejado com um ótimo conteúdo. Fiquei especialmente inspirado pelo conselho: ‘A língua inglesa é carregada anteriormente, assim, os pontos mais importantes estão no início da sentença ou no início do parágrafo, enquanto que no Chinês, a parte mais importante é deixada para o final’.”

O editor do periódico Chinese Journal of Environmental Engineering, Wei Jin, também deixou o seu depoimento: ”O professor McDonald tem um estilo de ensino excelente. A atmosfera do workshop estava ótima. Ele cobriu muitos aspectos relativos à escrita científica com um conteúdo de conhecimento profundo. Além disso, sua perspectiva como um escritor de alto nível é muito útil para nosso trabalho como editores.”

Dr. Yanqin Weng, do Progress in Chemistry, deu o seguinte feedback: “O workshop enfatiza a estrutura da sentença e do artigo. Isto se aplica em ambas escritas em chinês ou inglês. Um ponto no qual acredito que os autores chineses devam prestar atenção é sobre as mudanças de estrutura numa sentença e o uso de conjunções. Ele apontou a perspectiva dos leitores, que é frequentemente ignorada por autores e editores.”

O chefe dos serviços acadêmicos na China da Editage declarou que: “A missão da Editage é ajudar a melhorar a qualidade de artigos acadêmicos de pesquisadores de todos os países e assim ajudar a disseminação de seus achados. Na China, nós realizamos vários workshops para autores em publicação e escrita científica; também fornecemos treinamentos para editores de periódicos em escrita em inglês, orientações de estilo, políticas e padrões na indústria internacional de publicação. Além disso, nós podemos ajudar a organizar a troca entre periódicos chineses e internacionais. Ao fazer isso, nós buscamos melhorar a qualidade de artigos em periódicos acadêmicos chineses, promover a internacionalização e a disseminação de ciência e tecnologia, e, por fim, fortalecer a autoridade e o direito à voz de pesquisadores chineses na comunidade internacional.

Sobre Science Press China (www.sciencep.com)

Science Press é um membro chave do grupo China Science Publishing Group e também a maior organização de publicação científico-tecnológica na China. De acordo com a "2008 Compilation of Statistical Data of China's Press and Publication" do departamento fiannceiro da Administração geral de Imprensa e Publicação da China, Science Press é a líder entre as editoras científic-tecnológicas na China em termos de títulos publicados anualmente e faturamento total. A Science Press publica mais de 6000 livros todos os anos e, ao mesmo tempo, lança o maior número, com a melhor qualidade, de periódicos científico-tecnológicos. Desde seua fundação em 1954, Science Press publicou mais de 300 periódicos acadêmicos, com mais de 32000 edições.

De acordo com a gráficos de competitividade de casas de publicações lançados em recentes anos conesecutivos por um grupo de pesquisa em Beijing, Science Press tem sido a primeira entre editoras científico-tecnológicas chinesas. Dentre pesquisadores científicos e experts, Science Press também é a número 1 na indústria de publicação científica.

Sobre Science China Press (www.scichina.com)

Science China Press Co., Ltd. (SCP) é uma empresa de publicação de periódicos da Academica Chinesa de Ciências (Chinese Academy of Science – CAS). Por mais de 60 anos, SCP toma como missão apresentar ao mundo as maiores descobertas de cientistas chineses em vários campos da pesquisa em ciências naturais.

Trabalhando em proximidade com cientistas e buscando a alta qualidade com a utilização da mais alta tecnologia, SCP conquistou a liderança na disseminação e publicação de periódicos na China. Por uma rede eficiente de revisão por pares, editoração, marketing, produção e distribuição, SCP ganhou a confiança de cientistas chineses: SCP é sempre a primeira escolha na decisão de publciar seus melhores e mais importantes resultados na China.

SCP publica 16 títulos de periódicos academicos, dos quais, 8 são em inglês. Esses periódicos são patrocinados concomitantemente pela CAS e pela National Natural Science Foundation of China (NSFC).

Sobre a Editage (www.editage.com.br)

A Editage — uma divisão da Cactus Communications – é uma empresa líder no campo de serviços de suporte a publicações acadêmicas. A Editage é especialista em revisão acadêmica e não acadêmica, comunicações médicas e serviços de publicações pesquisadores, empresas farmacêuticas e o mercado corporativo global.

Nós já atendemos mais de 70 mil clientes que requisitaram suporte linguístico em múltiplas áreas do conhecimento. Nosso time de mais de 1000 revisores, a maior equipe de tradução e revisão em Inglês em diferentes regiões do mundo, está localizada em diversos países.

Curta a página do Facebook da Editage Brasil e acompanhe nossas novidades:

http://www.facebook.com/EditageBrasil

Junho 2014

Editage publica sua política de Pesquisa e Publicação Éticas

A Editage, fornecedora líder de serviços editoriais e de suporte à publicação para a comunidade global de pesquisadores, anunciou seu compromisso com a prática de publicação ética pelo lançamento da Política de Pesquisa e Publicação Ética Editage. A política integral, efetiva integralmente a partir de maio de 2014, estará acessível para pesquisadores de todos os websites locais da Editage (em breve também para o website brasileiro).

Recentemente, o crescimento da população de pesquisadores e da pressão para publicação aumentou o escopo para a má-conduta ética na comunidade acadêmica. Enquanto alguns podem fazê-lo de forma deliberada, a maior parte das falhas encontradas na preparação do manuscrito se deve à falta de informação ou conhecimento suficientes sobre o assunto. Diante disso, educar os autores sobre as armadilhas da conduta édica e estabelecer uma medida de controle ético antes de submeter um manuscrito ao periódico é uma forma de coibir a má-conduta.

" Tendo sidos profundamente envolvidos na publicação de pesquisa acadêmica global por mais de uma década, acreditamos que este é um momento oportuno para usarmos nossa experiência e contribuir para a causa da ética na ciência, especialmente à luz do crescente número de casos de suspeita de má-conduta ética. Na Editage, nós sempre nos esforçamos para sermos sensíveis às necessidades do pesquisador e mantermos os mais altos padrões da prática ética. Nos tornarmos membros do Comitê de Publicação Ética (COPE) é um testemunho de nossos esforços nesta direção. A iniciativa da Política Ética é mais um passo para apoiar a comunidade através do estabelecimento de um protocolo claro que enfatiza a ética de publicação. Nossa abordagem é dupla: vamos educar autores sobre as melhores práticas e outros aspectos da ética de publicação e otimizar nossos processos internos para a detecção precoce e resolução de potenciais casos de violação da ética".

A Política de Pesquisa e Publicação Éticas da Editage está alinhada à nossa visão de servir como consultores confiáveis para a comunidade global de pesquisadores, especialmente com a expansão demográfica de cientistas em início de carreira de países nativos e não nativos em Inglês.

Em breve, mais detalhes da política de ética em pesquisa e publicação Editage.

Curta a página do Facebook da Editage Brasil e acompanhe nossas novidades:
http://www.facebook.com/EditageBrasil

Fevereiro 2014

Seminários de treinamento para pesquisadores Editage-Elsevier



A Editage, em associação com a Elsevier, conduziu uma série de seminários sobre questões éticas da publicação em universidades de Tokyo, Kyoto, Osaka e Keio no Japão. Os seminários foram conduzidos por Arnout Jacobs (Elsevier) e Elizabeth Wager (Editage) em janeiro de 2014 e abordaram uma grande gama de questões relacionadas à ética de publicação.

Durante as sessões do seminário, Arnout e Elizabeth discutiram tópicos que incluiram o foco em áreas na escrita científica; erros comuns cometidos por autores no planejamento, condução e escrita da pesquisa; reportando achados da pesquisa; processo de publicação de periódicos; o que periódicos buscam em um manuscrito científico; seguindo as orientações éticas da publicação; responsabilidade científica; plágio e modos de evitá-lo.

Também foram explorados conceitos como critério de autoria, conflitos de interesse, publicações redundates, critérios pouco objetivos da publicação, e produtividade. Por meio dos seminários, Editage e Elsevier buscaram educar pesquisadores, autores e editores de periódicos em problemas relacionados à qualidade do periódico, submissão de autores e erros de conduta, assim como fornecer orientações úteis na publicação ética. Os pesquisadores que atenderam aos seminários consideraram as sessões muito úteis e se beneficiaram pela grande gama de tópicos discutidos.

Organizando seminários informativos para autores em associação com a Elsevier, a Editage busca fortalecer seu compromisso com a educação de autores sobre as boas práticas de publicação e com a aceleração da ciência global.

Curta a página do Facebook da Editage Brasil e acompanhe nossas novidades:
http://www.facebook.com/EditageBrasil

Treinamento customizado para pesquisadores na Coreia



Como parte da iniciativa da Editage de empoderar autores com conhecimento sobre as melhores práticas, a Editage organizou sessões de formação customizadas para quatro grupos de pesquisa da Universidade Konkuk, em Seoul na Coreia, entre 14 e 16 de janeiro de 2014. Estas sessões foram conduzidas pelo Sr. Sarosh Syed (Managing editor, Editage) e foram entituladas “Understanding Language Nuances with an Editor.” Elas foram direcionadas a auxiliar os autores na construção do entendimento de como a linguagem deve ser usada na preparação de um manuscrito. Nestas sessões, o Sr. Syed incluiu dicas da língua inglesa para ajudar autores a melhorar seu estilo de escrita. Antes do início do treinamento, ele analisou artigos escritos pelos participantes, de forma a entender suas necessidades e customizar o material de treinamento para a área de conhecimento foco dos participantes.

As sessões foram divididas em três partes:

Parte 1.
Na primeria parte, ele discutiu erros comuns feitos por autores na escrita de manuscritos científicos e compartilhou algumas dicas para ajudá-los a melhorar seus estilos de escrita. Ele também abordou aspectos mais específicos da escrita, como a apresentação de diferentes elementos emu ma sentença, e manuscrito, em uma ordem lógica.
Parte 2.
Na segunda parte, ele mostrou como editores abordam um manuscrito e o que eles procuram ao corrigir a gramática e garantir a acurácea técnica.
Parte 3.
Na última parte do workshop de treinamento – uma sessão de perguntas e respostas – o Sr. Syed respondeu à perguntas dos participantes em questões como uso da língua inglesa, preparação de manuscritos, submissão à periódico e comunicação com o editor do periódico.

A ideia para workshops surgiu da necessidade de criação de um canal de comunicação entre a Editage e nossos Clientes (muitos deles autores). “Por meio dessas sessões, nós objetivamos o desenvolvimento de um relacionamento mais tangível com autores, supercar as limitações impostas por interações por e-mail e forncer serviços de consultoria para nossos clientes Editage” disse o Sr. Syed. Os participantes se beneficiaram das sessões, uma vez que elas eram customizadas para suas necessidadess. Eles também mostraram um grande interesse no processo de revisão relatado por um editor acadêmico com experiência que entende a apresentação de manuscrito e o processo de publicação.  

Este workshop customizado é uma das várias iniciativas da Editage para auxiliar os autores na construção de uma base forte para a publicação da pesquisa.  Editage também organiza workshops para grupos maiores de pesquisadores em tópicos como a condução e apresentação de pesquisa e questões éticas na publicação. Sessões de treinamento customizadas como as conduzidas na Coreia pelo Sr. Syed são planejadas para entender às necessidades dos autores e desenvolver material de treinamento que se adeque à essas necessidades, de forma efetiva.

Curta a página do Facebook da Editage Brasil e acompanhe nossas novidades:
http://www.facebook.com/EditageBrasil

Janeiro, 2014

Editage parabeniza seus mais novos editores certificados BELS

Na Editage, nós nos esforçamos não apenas para encontrar os candidatos mais promissores e qualificados para nossa equipe editorial, mas também para garantir que nossos editores recebam amplo treinamento e capacitação constante em suas habilidades. Desta forma, nós anunciamos com orgulho que, de acordo com os resultados do recente exame BELS conduzido em Mumbai, nossa equipe conta agora com mais 13 editores certificados pelo BELS – aumentando para 87 o número total dos editores associados da Editage a possuirem essa prestigiada certificação!

O Board of Editors in the Life Sciences (BELS) é uma organização baseada nos EUA que conduz exames para certificação profissional de forma a “garantir a empregadores ou clientes de editores que uma comissão certificadora estabeleceu um alto nível de credibilidade ao editor”. Um editor certificado por essa comissão pode ser identificado pela designação ELS (Editor in the Life Sciences) apresentada depois de seu nome.

Janeiro, 2014

Editage parabeniza seus mais novos editores certificados BELS

Na Editage, nós nos esforçamos não apenas para encontrar os candidatos mais promissores e qualificados para nossa equipe editorial, mas também para garantir que nossos editores recebam amplo treinamento e capacitação constante em suas habilidades. Desta forma, nós anunciamos com orgulho que, de acordo com os resultados do recente exame BELS conduzido em Mumbai, nossa equipe conta agora com mais 13 editores certificados pelo BELS – aumentando para 87 o número total dos editores associados da Editage a possuirem essa prestigiada certificação!

O Board of Editors in the Life Sciences (BELS) é uma organização baseada nos EUA que conduz exames para certificação profissional de forma a “garantir a empregadores ou clientes de editores que uma comissão certificadora estabeleceu um alto nível de credibilidade ao editor”. Um editor certificado por essa comissão pode ser identificado pela designação ELS (Editor in the Life Sciences) apresentada depois de seu nome.

Dezembro, 2013

Workshop Editage para pesquisadores na Turquia



Em 25 e 26 de novembro a Editage promoveu, com grande sucesso, o workshop “Writing and Presenting Research” na Istanbul Technical University (ITU), Turquia. O workshop buscou ilustrar algumas das melhores práticas que podem ser observadas na escrita de um manuscrito científico eficaz e na realização de uma apresentação persuasiva.

Ravi Murugesan — comunicador experiente, instructor e autor publicado – conduziu o workshop, que contou com a presença de mais de 400 estudantes de gradução, pesquisadores em início de carreira e alguns pesquisadores seniores da ITU e de outras universidades em Istambul. O workshop foi apresentado em duas sessões idênticas nos dois dias. Nas sessões, Ravi buscou orientar os pesquisadores a comunicar efetivamente.

A primeira palestra foi sobre a escrita de artigos científicos. Nesta sessão, Ravi introduziu tópicos como ética na escrita científica, como evitar o plágio, escolher o periódico alvo correto, entender o processo de revisão por pares e os modos de escrever um artigo. Ele também forneceu dicas de como escrever para e alcançar a comunidade científica. A segunda sessão explorou métodos para apresentação em conferências. Durante esta sessão, Ravi instruiu os participantes sobre conferências científicas, compartilhando os princípios básicos para serem seguidos na preparação de abstracts para conferência, os conhecimentos em apresentação visual e de conteúdo assim como os aspectos críticos na criação e design de pôsteres, além de dicas de como realizar uma apresentação oral impactante.

Os participantes consideraram as palestras informativas, interessantes e úteis. Em particular, eles sentiram que o workshop auxiliou-os a desenvolver uma melhor compreensão de aspectos que precisam ser considerados ao escrever artigos científicos, preparar para apresentar um pôster our fazer uma apresentação oral.

Desde 2002, a Editage promove a disseminação de conhecimento sobre comunicação científica efetiva, e o workshop na ITU foi um dos esforços nessa direção. A Editage conduziu com sucesso treinamentos similares para pesquisadores de todo o mundo. Além disso, mantendo o compromisso em ajudar pesquisadores a compreender as boas práticas de publicação e ajudar periódicos a se engajar no diálogo com a comunidade científica, lançou Editage Insights, um portal dedicado exclusivamente a ajudar pesquisadores a desenvolverem ótimas práticas de publciação.

Curta a página do Facebook da Editage Brasil e acompanhe nossas novidades: http://www.facebook.com/EditageBrasil

Novembro, 2013

CACTUS/EDITAGE lança Editage Insights, o portal definitivo para a indústria de pesquisa científica

A Editage lançou Editage Insights—Resources for Authors and Journals, um grande portal para compartilhamento de conhecimento e aprendizagem destinado a acadêmicos, pesquisadores, periódicos e demais profissionais da publicação de pesquisa.

A Editage já vinha guiando autores nos fundamentos da publicação em periódicos de língua inglesa por meio de tutoriais breves e seções de perguntas e respostas. Agora, o novo portal de aprendizagem objetiva expandir este suporte de conhecimento e se tornar uma fonte única de informações em vários aspectos da publicação em periódicos e na escrita acadêmica.

O portal não apenas irá oferecer uma gama de recursos para aprendizado em formatos interativos e multimídia, mas também sediará espaço para que editores de periódicos, pares revisores, acadêmicos estudando tendências em publicação acadêmica e outros experts engagem na discussão e no compartilhamento de conhecimento em tópicos da publicação científica de várias disciplinas. O objetivo é construir uma comunidade de profissionais e acadêmicos envolvidos na disseminação da ciência e encorajar uma troca saudável de informação e conhecimento entre eles.

Anurag Goel, CEO, considera este lançamento uma extensão natural dos esforços da Editage em acelerar o desenvolvimento da pesquisa global e da ciência: “O portal Editage Insights destaca nosso compromisso para alcançar pesquisadores, acadêmicos e publicações profissionais com o objetivo de promover as melhores práticas em publicação e iniciar o diálogo em questões relativas à indústria de pesquisa científica”, afirma.

A Editage tem estado ativamente envolvida em aparatar a comunidade científica global com habilidades de publicação críticas, através de webinar, workshops e programas de treinamento.

Através de Editage Insights, a Editage reitera seu compromisso em possibilitar a comunicação científica e acelerar o crescimento da ciência global.

Visite Editage Insights aqui: www.editage.com/insights

Curta a página do Facebook da Editage Brasil e acompanhe nossas novidades:
http://www.facebook.com/EditageBrasil

Editage participa da Conferência SciELO 15 Anos



Em outubro de 2013, Donald Samulack, Presidente de Operações da Editage nos EUA, compareceu à Conferência SciELO 15 Anos, em comemoração ao aniversário da rede SciELO. A Editage foi uma das patrocinadoras do evento, que aconteceu de 22 a 25 de outubro, no Hotel Intercontinental em São Paulo. A conferência teve público diário de aproximadamente 400 acadêmicos, incluindo editores, editoras, pesquisadores e autores. O foco principal da conferência foi a publicação em acesso aberto e os desafios enfrentados atualmente pelos periódicos. Donald Samulack figurou entre os palestrantes do evento

Donald apresentou a sessão “Can an Author’s Editor Help Expedite Peer Review of the Manuscript They Edit” como parte do painel “Experiências, Soluções, Produtos e Serviços da Comunicação Científica”. Em sua sessão, Donald enfatizou que a revisão linguística pré-submissão não beneficia apenas os autores que têm o inglês como segunda língua, mas também agiliza o processo de revisão por pares, simplificando, assim, o fluxo de editoração do periódico. Profissionais de vários setores da indústria de comunicação científica também visitaram o estande da Editage, onde puderam conversar com Donald e nossos representantes brasileiros. Uma vez que o foco da Editage é possibilitar a comunicação científica efetiva e promover o acesso ao conhecimento científico, a conferência auxiliou-nos a ficar a par das melhores práticas da publicação científica.

O acesso aberto foi o tema dominante no evento e foi discutido pelos palestrantes em 59 sessões. Outras áreas de discussões foram o crescimento futuro da plataforma SciELO, tendências da comunicação acadêmica e novas ferramentas e técnicas que possuem o potencial de moldar a pesquisa científica e sua comunicação. A crescente importância das redes sociais na comunicação científica e o surgimento de novas métricas para avaliar o impacto das publicações base na influência dessas plataformas também foram discutidas.

A participação da Editage neste evento ampliou nossa compreensão sobre as plataformas de Acesso Aberto e sobre sua expansão nos países da rede SciELO. Também pudemos refletir sobre o papel da Editage na melhoria da pesquisa publicada e facilitação dos processos para editores de periódicos.

SciELO: SciELO (Scientific Electronic Library Online) é uma plataforma de Acesso Aberto que inclui uma coleção seleta de artigos. Mais de 400.000 artigos e 1000 periódicos de 12 países estão indexados na plataforma.

Curta a página do Facebook da Editage Brasil e acompanhe nossas novidades: http://www.facebook.com/EditageBrasil

Outubro, 2013

A Editage estará presente no dia 25 de Outubro de 2013 na Conferência Scielo

No dia 25 de outubro de 2013, Donald Samulack, Presidente de Operações do escritório americano participará do painel “Experiências, Soluções, Produtos e Serviços de Comunicação Científica” da conferência internacional realizada em comemoração ao 15º aniversário da plataforma Scielo – um site aberto para consulta que indexa mais de 1000 periódicos e 400.000 artigos.

A Editage é um dos patrocinadores do evento que acontecerá em São Paulo no Hotel Intercontinental, entre os dias 22 e 25 de outubro. O foco da conferência é discutir o acesso aberto a publicações e desafios que os periódicos enfrentam atualmente. São esperados em torno de 500 acadêmicos, incluindo editores, editoras e autores. Será um evento internacional com tradução simultânea em inglês e espanhol e palestrantes de vários países, incluindo Brasil, China, Japão, Estados Unidos, Canadá, Espanha, Índia, África do Sul, Suíça e Reino Unido.

Como parte do painel, Donald Samulack apresentará a sessão “Um editor pode ajudar a expedir a revisão por pares do manuscrito?”:

Editores e pares revisores representam a porta de entrada para a publicação de trabalhos acadêmicos de alta qualidade. Ainda assim, para autores que têm o inglês como segunda língua e estão tentando publicar em periódicos de alto impacto em língua inglesa, existem muitos desafios relacionados à estrutura básica do manuscrito. Editores de periódicos estão ficando sobrecarregados com o aumento das submissões de manuscritos de autores não falantes de inglês de todo o mundo. Por outro lado, os pares revisores não desejam ser incomodados com artigos de escrita pobre. Um bom editor, ao trabalhar em benefício do autor, consegue equilibrar os interesses de todas as partes interessadas (autores, editores, pares revisores). Esta apresentação vai explorar a dinâmica e destacar o valor de várias formas de revisão editorial antes da submissão do manuscrito.

Para mais informações sobre a conferência, acesse: http://www.scielo15.org/

Para saber mais sobre o Scielo, visite http://www.scielo.org/php/index.php?lang=pt

Curta a página do Facebook da Editage Brasil e acompanhe nossas novidades: http://www.facebook.com/EditageBrasil

Outubro de 2013: A Editage se torna membro premium e parceiro de divulgação da ORCID

A Editage anuncia com entusiasmo a assinatura de contrato de parceria com a ORCID. A ORCID é uma organização comunitária, independente e sem fins lucrativos que oferece registro aberto de identificação de pesquisadores único e um método transparente para conectar atividades de pesquisa e os resultados destes indicadores.

Como um membro Premium e parceiro de divulgação do Programa Embaixadores da ORCID, a Editage acredita que pode contribuir para a crescente necessidade de transparência e integridade das pesquisas nas comunidades acadêmicas e científicas. Também, ao combinar iniciativas educacionais com a ORCID, a Editage poderá auxiliar na promoção do livre fluxo de informação entre pesquisadores ao redor do mundo.

Curta a página do Facebook da Editage Brasil e acompanhe nossas novidades: http://www.facebook.com/EditageBrasil

No dia 7 de outubro, o Dr. Eddy foi a Monterrey, no México, para participar da conferência internacional de editoras “Entre Pares”

O Presidente de Operações do Escritório dos Estados Unidos, Donald Samulack, compareceu à conferência internacional de editoras Entre Pares realizada entre os dias 7 e 8 em Monterrey, no México. A conferência abordou discussões muito importantes relacionadas ao aumento, promoção e divulgação da produção científica em nível internacional. As palestras e workshops deram aos participantes a oportunidade de interagir com representantes de editoras como Nature Publishing Group, the Cambridge University press, IEEE, Springer, JAMA, Wiley,entre outras.

Curta a página do Facebook da Editage Brasil e acompanhe nossas novidades: http://www.facebook.com/EditageBrasil

Três publicações da Editage na European Science Editing

Estamos orgulhosos em compartilhar que a edição de agosto do European Science Editing - Revista da European Association of Science Editors (EASE) -Vol. 30 (3), apresenta três contribuições Editage em diferentes seções.

O gerente de edição do nosso Centro de Excelência em Medicina, Nikhil Pinto, contribuiu com o texto “Common errors to look out for in medical papers”. No ensaio, estão descritos erros comuns de estilo que ele vem observando ao longo de sua carreira como editor. Os erros descritos no texto vão desde o uso incorreto de letras maiúscula e texto em itálico, até enganos mais complexos como o uso de apóstrofe.

Nossa segunda contribuição foi feita por Clarinda Cerejo – Gerente de Edição de Comunicações Acadêmicas. Após ter tido o privilégio de comparecer ao Econtro Anual do Council of Science Editors (CSE) em Maio de 2013, ela escreveu seus relatos sobre sua experiência no encontro. Segundo Clarinda Cerejo, foi muito informativo.

A nossa terceira contribuição para o Volume 30 (3) da European Science Editing é também um relatório. Marisha Fonseca, nosso gerente de edição do Centro de Excelência de Psicologia, compareceu ao Encontro Anual da Society for Scholarly Publishing (SSP) em junho de 2013. Ele descreveu sua experiência como interessante e gratificante, uma vez que a conferência proporcionou uma visão importante sobre a ampla gama de questões relacionadas à publicação acadêmica, desde livre acesso até cursos online massivos (MOOCs).

Curta a página do Facebook da Editage Brasil e acompanhe nossas novidades: http://www.facebook.com/EditageBrasil

O Programa de Educação Médica Continuada - Modern Day Radiation Oncology & Cancer Care

Tanya Mendes (Gerente de Edição Sênior em Medicina) e Christine Miranda (Gerente de Edição, do Centro de Excelência em Pesquisas sobre Câncer), recentemente participaram de um Encontro de Educação Médica Continuada sobre Modern Day Radiation Oncology & Cancer Care no Memorial Research Institute, um hospital de referência na Índia localizado em Gurgaon.

O encontro contou, principalmente, com a presença de oncologistas especializados em radioterapia. Foi abordado um amplo leque de temas, dentre eles, o papel da radioterapia e novas técincas de geração de imagem e tratamento de tumores. Tendências, desafios e soluções em radioterapia foram ativamente discutidos assim como a questão da contribuição do tratamento com radiação contribuem para a melhoria no tratamento do câncer de maneira geral. A discussão a respeito da necessidade registros de câncer foi especificamente voltada para a realidade indiana e foi muito esclarecedor saber o quanto isso pode contribuir para identificação de tendências. Por fim, o encontro foi encerrado com o depoimento de pacientes que descreveram suas experiências de tratamento, reiterando como o atendimento ao paciente deve ser foco de pesquisa nesta área.

Curta a página do Facebook da Editage Brasil e acompanhe nossas novidades: http://www.facebook.com/EditageBrasil

CACTUS participa do 56o Annual Meeting of the Council of Science Editors e ganha prêmio de Melhor Pôster

A CACTUS participou do 56o Annual Meeting of the Council of Science Editors (CSE) em Montreal, Canadá (3 a 6 de maio, 2013), como patrocinadora, expositora e palestrante. O encontro contou com a presença de editores, editoras e especialistas de diferentes áreas da indústria editorial científica. Fomos representados por Donald Samulack, PhD, e Sandi McIntyre do escritório nos EUA e por Clarinda Cerejo, ELS, e Remya Nambiar, ELS, da nossa sede em Mumbai, Índia.

Para o encontro deste ano, o CSE adotou um tema muito prático: Comunicar Ciência Efetivamente: o mundo depende disso. O evento incluiu sessões sobre uma grande variedade de tópicos relacionados com a indústria, como processos editoriais, avanços tecnológicos a serviço da publicação e questões relativas aos autores que afetam a publicação.

Em sintonia com o tema, a CACTUS realizou uma sessão intitulada “A divisão leste-oeste: Desafios enfrentados pelos autores orientais e como uma perspectiva global pode fazer a ponte”. Unindo-se a Donald Samulack, Presidente da CACTUS US Operations, como palestrantes na sessão, estavam Philippa Benson, Presidente e Proprietária da PJB Consulting, e Boyana Konforti, Editora da Cell Reports. P. Benson contextualizou o tema descrevendo suas experiências com autores na China e as pressões enfrentadas por eles. D. Samulack apresentou, então, os resultados de uma pesquisa da CACTUS realizada com autores e editores de periódicos, lançando luz sobre os desafios que autores do leste asiático enfrentam para serem publicados e as perspectivas que os editores têm com relação a submissões orientais. Finalmente, B. Konforti amarrou todas essas informações com exemplos das melhores práticas adotadas pela Cell Reports para facilitar o processo de publicação para autores. A sessão forneceu recomendações úteis para uma comunicação mais suave entre autores e periódicos.

Apresentamos também um pôster intitulado “Quão completas e claras são as orientações para autores dos periodicos internacionais de língua inglesa”. O estudo avaliou a completude e clareza das informações apresentadas nas orientações para autores em periódicos internacionais de língua inglesa e trouxe à tona questões que necessitam de atenção imediata. O pôster ganhou o prêmio de Melhor Pôster 2013, completando o hat-trick da CACTUS, que conseguiu este reconhecimento pelo terceiro ano consecutivo. Parabéns à Remya Nambiar, Editora Chefe do Centro de Centro de Excelência de Biologia Molecular, e à Priyanka Tilak, Gerente de Suporte à Publicação, que realizaram o pôster, e a todos os envolvidos neste trabalho!

Curta a página do Facebook da Editage Brasil e acompanhe nossas novidades: http://www.facebook.com/EditageBrasil

Principais destaques do 7º Congresso Internacional de Revisão por Pares e Publicação Biomédica: possíveis implicações para autores

O Congresso Internacional de Revisão por Pares e Publicação Biomédica é, talvez, a maior e mais importante conferência ao se tratar de abordagem de assuntos profundos sobre publicação acadêmica, técnica e médica. Promovido pelo Journal of the American Medical Association (JAMA), o congresso acontece a cada quatro anos e reúne importantes líderes e pensadores.

Sendo assim, claro que a Editage também estava lá! Donald Samulack, Presidente de Operações do escritório nos Estados Unidos, e Aditya Vadrevu, Gerente Sênior de Serviços e Qualidade, participaram de várias discussões sobre temas extremamente relevantes para você, autor. Os temas incluíram autoria, citação, revisão por pares, ética e acesso aberto. Veja abaixo os destaques da conferência que serão de grande relevância para a comunidade de pesquisadores:

Revisão por pares
Enquanto vários estudos apresentaram uma análise da revisão por pares do ponto de vista da qualidade e eficiência dos processos dos periódicos, talvez o mais interessante para a perspectiva dos autores foi o modelo de análise de estatística que vem sendo usado por alguns periódicos como o Annals of Internal Medicine. Neste processo os autores enviam e respondem a comentários de revisão estatísticos específicos de um estatístico especializado, que é convidado a rever os manuscritos pré-selecionados pelo editor da revista e revisores. A maioria dos autores relataram ter encontrado melhoras significativas em seus trabalhos após este tipo de análise estatística. Os autores relataram que incorporar e responder aos comentários de revisão estatística envolve um esforço considerável, mas é justificado pelo grau de melhora no artigo.

Autoria
Com as rápidas mudanças tecnológicas e fluxos de apoio de publicação online dos periódicos, os autores estão mais abertos a periódicos que publicam online? Um estudo entre dois importantes periódicos dos Estados Unidos e da Noruega mostrou que realmente muitos autores estão abertos a uma publicação unicamente online, mas uma porcentagem significativa gostaria que a decisão de ter o artigo publicado e meio impresso ou online fosse tomanda por um editor com poder de rejeitar e em conjunto entre o editor e o autor.

Citações
Citação coercitiva - uma prática em que o editor do periódico pressiona o autor a incluir suas citações – foi um tópico de intensas discussões durante a conferência. Pesquisadores holandeses investigaram o impacto das citações coercitivas sobre o fator de impacto de um grupo de periódicos sobre negócios. O estudo mostrou que a proporção de auto-citações destas revistas foi de fato impulsionado pela prática da citação coercitiva. Poderia este tipo de estudo, no futuro, ser aplicado em outras áreas ou periódicos? Ou para que possamos a definir formas de verificar e corrigir citação coercitiva?

Ética
Como esperado, as sessões sobre ética tiveram participações e comentários entusiasmados. Dois temas se destacaram: publicações duplicadas e plágio. Uma pesquisa sobre publicação duplicada mostrou que, enquanto Medical Subject Headings da National Library of Medicine indicam “publicação duplicada” como um tipo a parte de publicação, os periódicos não são rápidos para corrigir os artigos identificados. A comunidade de publicação foi alertada para ser mais vigilante quanto a publicações duplicadas. Um grupo separado de estudos examinou o papel crescente de ferramentas utilizadas pelos periódicos para identificar plágio. Mesmo essas ferramentas sendo cada vez mais adotadas como parte dos processos dos periódicos, importantes editoras como PLoS ainda acreditam na necessidade do julgamento humano nesta decisão.

Esperamos que este artigo tenha sido útil para você. Envie-nos seus comentários e sugestões para inquiry.brazil@editage.com e confira nossas novidades sobre as principais conferências da indústria da publicação curtindo nossa página no Facebook: http://www.facebook.com/EditageBrasil